quinta-feira, março 29, 2012

Por que você não quer mais ir a igreja?



"... Lembro-me bem de como era no começo, mas agora ficou tudo tão distante. O que há de errado comigo? Como posso ser um cristão há tanto tempo, ser tão ativo na igreja e me sentir tão vazio? Como perdi o contato com essa vida de que você está falando? 
– Já vi isso acontecer muitas e muitas vezes – João respondeu.
 – É uma autêntica epidemia hoje. De certa forma, nossa experiência espiritual dá importância às coisas erradas, e acabamos sendo afastados da verdadeira vida. Foi o que aconteceu também nos primeiros tempos da Igreja. Você se recorda do que ocorreu em Éfeso e do que Jesus disse na epístola da Revelação? A teologia dos cristãos de Éfeso era impecável. Conheciam a verdade com tal precisão que eram capazes de identificar o erro como uma mosca na tigela de sopa a centenas de passos. Não tinham medo de enfrentar os que se punham à frente no ministério para descobrir quem estava falando a verdade e quem estava fabricando uma mensagem apenas para promover-se. A resistência deles numa época de sofrimento não perdeu para nenhuma outra em toda a cristandade. Quanto mais enfrentavam o sofrimento, mais fortes se sentiam, e nunca se queixavam quando eram atacados. 
Apesar de tudo isso, Jesus estava satisfeito com eles?
Eu lera recentemente essa passagem e sabia bem a que João se referia. 
– Não, ele os reprovou por terem abandonado o amor inicial. heroicos não fazem sentido. É possível alguém concentrar-se de tal maneira no trabalho para Jesus que acaba perdendo de vista quem ele realmente é. 
Muito pouco do que os cristãos primitivos faziam era motivado pelo amor que tinham por ele. Isso fez com que tudo ficasse não apenas sem valor, mas verdadeiramente destrutivo."    (pag. 16 e 17)
...
"A missão de Jesus era nos convidar para o amor, para a relação com Deus Pai descrita por ele. Mas o que fizemos? Transfor mamos a mensagem fundamental  de amor em uma instituição, em poder, em trabalho, em culpa, em conformismo e manipulação. Tudo isso soterrou o verdadeiro amor.
... Atualmente vem convencendo as pessoas a cooperarem com seus programas, sem perceber quanto essas práticas as distanciam da vida com Deus. É mais fácil perceber o problema quando se trata da circuncisão em Éfeso do que quando se trata de ir à igreja aos domingos. Mas ambas as práticas podem levar à mesma coisa: crentes entediados e desiludidos, repetindo gestos e rituais.
...– Esse desejo apareceu outras vezes no decorrer da minha vida.
– Claro, mas não resistiu muito tempo, não foi? Se tivesse resistido,você não precisaria tentar animar gente como Davis, dizendo chavões bem-intencionados mas ocos. Pessoas como ele não podem ser silenciadas, e é melhor aplaudi-las pela coragem de expressar claramente seu sentimento. Para dizer a verdade, a honestidade de Davis demonstra mais fé do que a resposta que você lhe deu.
...
– Ótimo. Não vai ser uma alegria poder acordar todos os dias com a certeza de ser amado por Deus gratuitamente, sem ter que obter esse amor com suas ações? Este é o segredo para o amor original: não tente obtê-lo. Entenda que você é aceito e amado não pelo que pode fazer para Deus, mas sim porque o que Ele mais deseja é tê-lo como um de Seus filhos. Jesus veio para remover todos os obstáculos capazes de impedir que isso aconteça!" (pag. 18,19)

Do livro: Por que você não quer mais ir à igreja?
Wayne Jacobsen e Dave  Coleman


Todo cristão já passou, está passando, ou vai passar por um período assim... Por isso é importante saber que faz parte da caminhada, e que não nos tornamos mais pecadores por isso.
"Ele usava uma das mais brilhantes ferramentas para abrir as janelas da mente humana: a arte da dúvida." (Augusto Cury)
Essas fases servem para desengessar a mente, a romper com a barreira da religiosidade, e ampliar a nossa relação com o Pai!  
Dani Castro

"Essa vida não é uma mera ideia filosófica que se pode evocar pela meditação ou por alguma espécie de abstração veio repartir com todos aqueles que se mostram capazes de desistir de tentar controlar a própria vida para abraçar sua proposta. 

– João parou um instante para que eu pudesse absorver o que dizia. Depois prosseguiu: – A proposta de Jesus não é, com certeza, aquilo que tanta gente imagina, como dar duro no trabalho, reunir uma multidão de fiéis ou construir novos templos. Tem a ver com a vida que se pode enxergar, provar e tocar, algo que se pode desfrutar todos os dias. Sei que o que estou dizendo pode parecer complicado, mas você sabe bem do que estou falando. Já passou por momentos assim, não é mesmo?"  

(Por que você não quer mais ir à igreja?)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante!