segunda-feira, agosto 22, 2011

Cá entre nós


Poucas pessoas têm consciência que detém o poder de determinar como será o seu dia - indiferente, mal humorado, cooperativo ou feliz.
A cada dia temos a chance de escolher como vamos viver, basta tomar algumas decisões simples para conseguir uma semana produtiva e tranqüila.
Para quem tendência à encrenca, devo estar falando grego, mas, é bem mais fácil do que parece. Somos o que decidimos ser, não podemos deixar fatores eternos, que fogem ao nosso controle, influenciarem nossas vidas.
Já tomo meu café certa de que nada ou ninguém irá me aborrecer - o trânsito, o atendente mal humorado, o atraso da condução, o ponteiro da balança...
Não sou Polyana, na-na-nina-não. Procuro resolver cada questão , sem perder a paz, pois dela depende o meu bem-estar. Alguns já acordam enfiando o pé na jaca, mordendo quem aproxima. Pra quê?
A maturidade trouxe-me uma fantástica descoberta: somos, o que queremos, temos a vida que escolhemos. Em português claro: aqui se faz, aqui se paga; quem planta, colhe.
É uma questão de tempo. E de postura. Você já parou para pensar no que significa "enfezado"? Pense bem na palavra. Pooois é!
Berrar com os buracos da cidade não vai tapá-los. Só vai torrar sua paciência. Mal dizer a chuva não vai alterar o clima, só o seu humor.
Tenho certeza que as pessoas que conquistaram seus objetivos, e por isso se sentem felizes, foram as que re-sol-ve-ram que seriam felizes. E isso não custa uma fortuna. É "de grátis".
A vida é curta, não dá pra perder tempo com besteira. Memorize isso!



Vera Cascaes

Uma boa semana de boas escolhas!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante!