sábado, novembro 20, 2010

O impossível sempre é impossível?!

Abaixo a palavra impossível
Esse é um bom questionamento a ser feito. Pois é assim, que  costumeiramente denominamos uma série de coisas e situações que muitas vezes abandonamos ou mesmo nem tentamos, por julgá-las inatingíveis. Como somos craques em inventar desculpas plausíveis! Que são até compreensíveis; mas que na verdade tem o intuito ainda que inconsciente, de dar suporte a nossa frágil alma, quando optamos por desistir. E Isso não é um privilégio dos desistentes, mas todos nós, em algum momento vivemos ou iremos vivenciar essa incógnita.
Devemos enteder que toda situação que julgamos impossível, pode e deve ser superada! Por mais brutal que ela seja, seu objetivo é de nos ensinar que podemos. Sim podemos! Essa é a causas de todas as nossas experiências, quer sejam boas, quer sejam más, elas servem para nos forjar de maneira que estejamos aptos a continuar vivendo. Pois, se assim não fosse, morreríamos no primeiro golpe! E nada é tão terrível como vegetar, tendo vida! Permitir-se ser um refém do medo é a maior covardia consigo mesmo, tornando de você seu próprio roubador. Roubador de quê? De sonhos, de conquistas, de oportunidades que não voltam mais, de girar a vida quantos graus forem necessários, de sentir novos perfumes, novos sabores, de conhecer novos lugares, novas etnias, de se tornar melhor, e outros tantos “se” que ficaram ecoando em sua mente, por toda uma vida, pois você não se permitiu ousar, sair da zona de conforto.
Antes de dar um xeque-mate nos sonhos, nas oportunidades, nas pessoas; dê a si mesmo a chance de vivenciar o novo, o inusitado.
O perigo nem sempre reside no arriscar, mas sim em permitir que ele habite em você!

By: Daniela Castro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante!