sexta-feira, setembro 24, 2010

Mulher e suas fases!!!

Como pode a mulher ser tão cheia de fases?  É uma mudança a cada hora!
Ao nascer é uma linda menininha! Depois vai se transformando em a princesinha, ai vira mocinha, então vem o primeiro soutien, a primeira menstruação, o primeiro amor, o primeiro beijo, a primeira vez, então se torna mulher! (rsrsrsrs!), vem o primeiro filho..., então chega os  temidos 30, 40, 50...,  vem a  tal  da menopausa.  Eita! se eu continuar nesses primeiros, não vai ter postagem que chegue. 
Sofremos tantas transformações que é quase impossível processar tudo.  E como se não bastassem,  ainda tem de quebra a famosa TPM, essa é de pirar a piruqueta! (rsrsrsrs...)
Tem meses que nem me lembro que vou menstruar, tudo flui naturalmente. Mas tem outros... Como esse por exemplo, que tudo fica um turbilhão de emoções!  Como pode tudo se tornar tão...? Você entende.
Esses dias está tudo asssim:  Se esbarram de leve em mim, parece que estão me afrontando, se me perguntam, estou sem paciência para responder, dar vontade de ficar só no mundo, tem horas que dá uma vontade de chorar...! Como pode esses hormônios dominarem a razão? 

Bom é que tudo isso passa...   Até o próximo ciclo.... kkkkkkkkkkkkkk!
Bjs mulheres!

domingo, setembro 12, 2010

Que alegria é essa?

A alegria proveniente da presença de Jesus em nossos corações, não é como a alegria exaustiva do pecado, que no ápice da sua prática há pleno gozo, porém passado esse momento de grande euforia,  produz remorso, culpa, dor, verdonha, sentimento de desmerecimento e outros tantos.
Contudo a real alegria possui raízes que estão interiorizadas no coração do Pai. Ela é como  uma árvore de cabeça para baixo, pois suas raízes estão no trono da graça, seu caule desce do céu até a vida daquele que se abre a receber todo esse amor e cuidado, e logo se manifestam no seu coração os seus frutos, pois são advindos da comunhão, dessa viva e doce presença, que passa a habita dentro de si.
Ainda que esse venha a chorar em meios as lutas, lá estará a paz que excede todo entendimento. A sua alegria jamais se esgota, pois a fonte nunca seca!

Receba dessa porção em sua vida e desfrute do melhor de Deus!
Conheça a Jesus não só de ouvir falar, as experimente andar com Ele!

E uma boa semana!

sábado, setembro 11, 2010

Os filhos...

Ah! Os filhos!
Quando esses entram em nossas vida trazendo as cores da alegria,  passamos a viver em um novo mundo que dia após dia  vão nos sendo apresentados. Nosso potencial criativo vai se aprimorando de uma forma tal, que nem sabíamos de sua existência em nós.
Ficamos potencialmente bobos  pagamos todos os micos com muito prazer! Criamos novas maneiras de contar histórias,  é um invencionismo só, para viver essa tarefa do céu!
É muito interessante como tudo flui naturalmente.  O nosso jogo de cintura fica tinindo (rsrsrsrs!), fazemos de tudo e mais um pouco para proporcionar o melhor a esses pimpolhinhos. Não deixamos a peteca cair nunca!  Aprendemos as várias línguas para nos comunicar com esse novo universo, que entrou em nossas vidas.  Eles  trazem um poderoso antídoto para curar e restaurar relacionamentos quebrados (eu já fui testemunha de muitos milagres desses), e um poder enorme  de atração  para criarmos novos vínculos de amizade. 
Pena que com o passar do tempo em que  eles vão crescendo. E  as pressões do mundo vão reprimindo a sua espontaneidade de tal forma, que eles vão perdendo essa relação doída  de amor com os pais,  pois tem vergonha de pagarem mico diante das outras pessoas.
Que mundo cruel!!!

Vamos trabalhar na vida de nossos filhos  de modo que, mesmo com o passar do tempo e com o amadurecimento,  o encanto perdure nessa doce relação de amor!

Um cheiro a todos os pais babões!  Rsrsrsrsrs!!!

quinta-feira, setembro 02, 2010

A vida é como o xadrez?!

Engraçado..., as vezes me pego viajando em meus pensamentos, e daí surge cada coisa!  Vejam  só: 
Algumas atitudes me levaram a ver como a  vida se parece muito com um jogo de xadrez.  Pois para ganhar o jogo é necessário  mover as predras com cautela e precisão, não dar lugar para que o adverário possa avançar e tomar nosso território. É um risco constante, tem sempre pedras no caminho, mas a cada jogada acertada,  é um gostinho de quero mais..., é daí  que  vem a esperança para continuar e crer que é possível vencer. E  se perder?  Pode começar de novo.
A vida é assim,  é preciso sair do lugar (da zona de conforto),  para que as coisas comecem a se mover em  seu  favor. Sair do lugar siguinifica  abrir caminho para que o novo encontre passagem e outros possam passar, mas  também é encontrar novos caminhos, novas possibilidades.
 A realização do que se deseja,  exige o planejar e atuar com devidas sacadas,  rumo  à conquista! Não tem como fugir dos riscos, pois são parte dessa fantástica dádiva, chamada vida!
As  vezes é perder,  outras tantas é ceder, é ser intrépido, é permanecer lutando até o fim... Ah! E quando é o fim? Só Deus sabe. Por enquanto lute! Coragem!

E Boa Jogada! 
E Thim! Thim!