sábado, julho 24, 2010

Decisão


 “ João e Pedro são irmão, que  tinham um pai violento, um  lar totalmente destruído. Quando cresceram:
João casou-se várias vezes, tinha uma vida profissional desestabilizada, tudo ia mal.
Perguntaram-lhe. Por que você é assim?
R= Porque meu pai não foi um exemplo, e nos meus casamentos eu sempre sou como ele.
Pedro casou-se, era bom pai, bom esposo, tinha tudo estruturado, criava seus filhos nos princípios de Deus.
Perguntaram-lhe. Por que você é assim?
R= Porque eu tive um pai ruim, batia na minha mãe, então eu decide ser totalmente diferente dele.”
Tomada de decisão implica em ter maturidade, conhecimento de causa e autoconhecimento. É um direito e um dever de todo homem dar norte a sua vida, fazê-la ter real sentido, pois essa não é obra do acaso. No tanto, é necessário não se permitir ser vítima de uma família desestruturada, de uma traição, de uma escolha errada, de uma perda, um sonho frustrado e outros tantos acontecimentos inerentes à vida.
Podemos até ser vitimado  num dado momento, mas permanecer vítima é tornar-se carrasco de si, é ser totalmente autodestrutivo. De forma alguma se permita  estar conformado, nem creia que a sua realidade é um desígnio de Deus.Talvés você diga, de forma alguma penso assim. Mas quantas vezes você já respondeu  ao te perguntarem?  Como vai você?  E prontamente você respondeu:  Estou   indo como Deus quer!   De maneira inconciente, isto quer dizer: Não é minha culpa!
Mas veja  o Ele deseja que você faça:
“ Os céus e a terra tomo hoje por testemunha contra vós, que tenho proposto a vida e a morte, a benção e a maldição; escolhe, pois,  a vida, para que vivas tu e tua semente...”
Deuteronômio 30:19
Além de te dar o  poder de escolha, para dar um a novo rumo a sua história, Ele ainda ainda te diz o que é melhor decidir! Então  permita-se viver dias melhores!
Não perca tempo arranjando culpados para sua realidade.
DECIDA!!!
Uma semana abençoada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante!